Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Crónicas de uma Suricata na menopausa

Blog sobre tudo um pouco

Crónicas de uma Suricata na menopausa

Blog sobre tudo um pouco

50.jpg

Dizem que os cinquentas são os novos 40s ou 30s, mas eu acho que é uma volta à adolescência. Já não nos importamos com o que os outros dizem, fazemos o que nos dá na real gana e nem queremos saber se dizem bem ou mal. O problema não é nosso, é deles.

Os cinquenta trouxeram-me uma paz de espírito que só quem passa por isso sabe. Uma forma de ver a vida diferente, as cores são mais vivas, os sabores mais intensos e até o sexo é melhor (Não é à toa que são as cinquenta sombras de grey!!!) As coisas que já observámos e os locais que já visitámos ganham nova vida quando os vemos novamente. Observamos coisas que anteriormente nem tinhamos reparado, seja uma flor diferente, ou um mural que antes passávamos por ele sem sequer o ver. Enfim, vemos o mundo de uma forma diferente, e melhor. Eu tenho tendência a não ser pessimista e olhar para o copo meio cheio, o que não quer dizer que tudo seja perfeito, mas a perfeição consegue-se observando e analisando as coisas e as situações sob outro prisma, prisma este que atingimos ao chegarmos ao patamar dos cinquenta. 

Por isso, viva os cinquenta! Viva todos nós que chegámos a este patamar e que temos agora a hipótese de um novo começo, de vermos as coisas de uma forma diferente e de vivermos plenamente esta nova maturidade!

painel-sublimado-castelo-encantado-2-95x4-0-castel

Lembram-se de quando eram pequenos e acreditavam em contos de fadas? Aquela fantasia onde tu eras uma princesa num vestido branco, ou um Píncipe que levaria a princesa para um castelo no alto de uma montanha com a vista mais maravilhosa que se possa imaginar. Deitavam-se na cama à noite, fechavam os olhos e tinham fé absoluta que essas coisas realmente aconteciam: Príncipes e princesas, Pai Natal, a Fada dos Dentes, tudo isso era tão real que quase se podia sentir. Depois cresces e os contos de fadas desaparecem. Mas uma coisa é certa, nunca se consegue por totalmente de lado os contos de fadas porque toda a gente tem, no seu íntimo, um bocadinho de esperança que um dia vão abrir os olhos e todos os contos de fadas serão realidade.

Eu, pelo menos, tenho.

IMG-1246.JPG

Seguindo o conselho de alguns de vós, e para abafar a tristeza do outro dia, dediquei-me à cozinha. Depois de muito procurar na net nas milhentas de receitas que existem para estas queijadas, decici-me por esta, por ser bastanta fácil, sim, por que eu não sou um às na cozinha, por isso para mim tem de ser sempre tudo muito fácil!! 

Então aqui vai a receita para experimentarem:

Ingredientes:

500 ml leite meio-gordo

200 gr de açúcar

1 pau de canela

1 casca de limão

100 gr de margarina

4 ovos batidos

130 gr de farinha sem fermento

Coloque ao lume um tacho com o leite, açúcar, pau de canela e casca de limão. Deixe ferver. Desligue o lume e coloque a margarina até derreter. Deixar arrefecer até ficar morno. Retirar o pau de canela e a casca de limão. Adicionar os ovos mexendo logo com uma vara de arames. Acrescenar a farinha e mexer bem. Colocar o preparado em forminhas de queijadas untadas com margarina e levar ao forno a 180 graus durante cerca de 20 minutos. Deixar arrefecer e desenformar.

E pronto, é isto!! Super simples e ficam super saborosas.

Experimentem!!

tristeza.jpg

Porque é que nos sentimos tristes ás vezes?

Porque é que achamos que estamos a cair em depressão?

Porque é que achamos que o nosso coração não vai aguentar este sentimento?

Às vezes são pequenas coisas, como estar à espera de uma coisa que não acontece... 

Como estar em casa à espera de algo, como se de repente, tudo estivesse perfeito, e não está.

Como ultrapassar isso?

Eu tento ver filmes que me põem bem disposta.

Tento focar-me no trabalho e em projectos que irão acontecer.

Fazer festas nos meus cães que estão sempre prontos para receber miminhos.

Por exemplo, agora, vou-me dedicar a tentar fazer queijadas de leite.

Tudo para não deixar que a tristeza me pare.

IMG-1244.jpg

Depois de vestir o maravilhoso biquini que, por muito que me esforçasse, não escondia os pneus à volta da cintura, resovi borrifar-me para isso e ir de encontro ao Ilhéu de Vila Franca do Campo. Visto de cima é um paraíso tropical e lá dentro ainda é melhor.

ilheu_vila_franca.jpg

IMG-1236.JPG

A água estava maravilhosa, os "pneus" evitavam que me afundasse, e o sol estava quente suficiente para tornar este dia maravilhoso.

Quando vierem aos Açores não se esqueçam... isto é um lugar a visitar!!!

12784348_10205534319788510_1600792240_n.jpg

Pois é amigos... no próximo domingo fui convidada a ir a um ilhéu que tem uma praia maravilhosa. Fiquei contente, apesar de não poder apanhar muito sol, então fui experimentar o meu biquini que já não usava há uns anos, uma vez que não vou à praia. Resultado.... não me serve... preciso de um tamanho maior... que raiva!!! Depois de tanto esforço a fazer dietas malucas o biquini não me serve sequer!!!! Amanhã vou ter de comprar um novo para mostrar o meu corpinho danone...

Que porcaria....  Depois faço um post a mostrar como foi o dia maravilhoso com o novo biquini, especialmente concebido para evitar que as gorduras saiam dos lados tipo slime...

Cegonha 087.jpg

Hoje foi um dia memorável. Consegui resolver dois problemas que me andavam a atazanar a vida... Primeiro tive uma oferta de emprego que não me interessava, como vos disse no post anterior e, com a ajuda da entidade onde trabalho, consegui que me anulassem a entrevista. Isto tudo porquê? Porque a ideia é ficar a trabalhar na Junta de Freguesia onde estou, que faço um trabalho que adoro e que me iria ser muito doloroso deixar. Um problema a menos. 

O outro assunto foi igualmente chato e tirou-me o sono. O banco, por engano, tirou-me um valor avultado da conta dizendo que era o pagamento de um cartão de crédito que eu não tinha. Lá tive de ir ao banco com a papelada toda, fazer uma reclamação, e hoje devolveram-me o dinheiro todo.

Foi um dia que compensou todos os outros em que os problemas parecem que se unem uns aos outros só para nos lixarem a vida.

Portanto... viva o dia de hoje!!!!

medo.jpg

Amanhã tenho uma entrevista de emprego. Foi marcada pela Agência de Emprego e tenho quase a certeza que vai ser algo que não me interessa minimamente até porque estou num programa que estou a adorar e iria detestar ter de sair... Então o que fazer? Não posso recusar senão tiram-me do programa e fico sem nada.

O que vocês fariam?

Bem, ontem resolvemos fazer umas comprar online na IKEA. Uma vez que moramos nos Açores não temos possibilidade de nos deslocarmos à loja, mas a experiência foi positiva até agora. Selecionámos os artigos, fizemos o check out e avisaram-nos logo do preço do transporte e marcaram um prazo se entrega incluindo a altura de entrega. No nosso caso ficou para dia 1 de agosto das 9 às 13, o que eu achei fantástico. Agora vamos ver se cumprem e mantêm a boa imagem que deixaram nesta compra.

Algum de vocês já fez compras na IKEA online?

Pág. 1/2