Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Crónicas de uma Suricata na menopausa

Blog sobre tudo um pouco

Crónicas de uma Suricata na menopausa

Blog sobre tudo um pouco

36885952_10211759335650016_5528417689355157504_n.j

Confesso e confesso bem! Não percebo patavina de cozinha e sinceramente, nada me sai bem. Bem, nada é um pouco radical… há coisas que sei fazer bem (uma meia dúzia) mas de resto… sai tudo uma bela porcaria. Ou tem sal a mais, ou tem sal a menos… ontem fiz uns hamburgers, que supostamente toda a gente sabe fazer, e não é que os deixei queimar!!! É impressionante, pela negativa. Então resolvi instruir-me um pouco. Fui à Bertrand e comprei um livro chamado ‘O Essencial da Cozinha – Um guia completo e ilustrado das técnicas culinárias’. Sentei-me com uma bela chávena de chá pronta para alargar os meus horizontes no que respeita à arte da cozinha. Abri o livro e comecei a ler. Vocês acreditam que era absolutamente chinês para mim?? Pois, eu também não acreditei, mas era. Mas não vou desistir! Vou experimentar algumas receitas deste livro, que vêm com ilustrações tipo, explica-me tudo como se eu tivesse seis anos, e vamos ver se saem bem. Entretanto para hoje, e para não desiludir ainda mais o Pedro, vou fazer o meu famoso esparguete à bolonhesa, uma das seis receitas que saem sempre bem. Um dia destes meto a receita aqui para experimentarem. E agora, tachos e panelas, aqui vou eu!

couve.jpg

 

Hoje vi um anúncio que simplesmente me arrepiou dos pés à cabeça. Era do LIDL e era um anúncio aos produtos frescos, nomeasamente, à couves. Começava com a couve a ser plantada e a crescer, a ser regada com todo o carinho e até aí tudo bem. De repente passamos a ver as coisas da prespectiva da couve. A ser tratada, apanhada, transportada para a zona dos frecos e colocada na pilha das couves. A couve vê então uma senhora a pegar nela e a levá-la para casa e coloca-la na bancada. A última imagem que se vê é a senhora a agarrar num cutelo e a chacinar literalmente a couve!! Eu não sabia se havia de ficar horrorizada ou se havia de rir. Optei pelas duas hipóteses! Mas tadita da couve, toda contente e de repente pimba!! Foste!!

Vocês devem achar que sou totalmente maluca por me sentir assim, e sabem uma coisa? Têm totalmente razão!! Sou tresloucada mas que me arrepiei, arrepiei. E digo mais! Tão cedo não como couve!!!! ;)

IMG-1113.jpg

Estive a ver um filme sobre uma blogger que resolveu falar sobre as receitas da Julia Childs e isso inspirou-me! Não… não vou dar uma de cozinheira até porque tenho um número muito limitado de receitas que faço e saem bem e esta é uma delas, portanto quero partilhar convosco esta alegria de fazer algo que sai sempre bem! E porquê um pudim flan? Simplesmente porque tenho 8 galinhas e pelo menos 6 ovos por dia, portanto nada mais lógico do que fazer algo que leva pelo menos 9 ovos. Assim vai escoando a matéria prima porque somos dois e os nossos vizinhos já estão a ficar fartos de ovos!!

Então como se faz? Temos de ter uma forma para pudim flan, daqueles que têm uma tampinha para cobrir o pudim. Eu comprei a minha no Continente e agora estou arrependida por ser das mais pequenas portanto, se encontrarem de vários tamanhos, tragam uma grande suficiente e depois ajustam as quantidades. Eu uso 800ml de leite que vai a aquecer com uma casca de limão. Não precisa de ferver apenas ficar quente suficiente para libertar o sabor da casca de limão. Deixa-se arrefecer e retira-se a casca. Entretanto batem-se 9 ovos inteiros com 300 gramas de açúcar e, quando o leite estiver quase frio, deita-se na mistura dos ovos com o açúcar, mexendo sempre. O leite tem de estar mesmo quase frio senão vai cozer os ovos. Quem quiser pode fazer caramelo de raiz eu, como tenho um jeito limitado para a cozinha, uso o caramelo já feito e barro a parte de baixo da forma. Coloca-se o preparado lá dentro e vai a cozer no fogão em banho-maria até ficar durinho e a descolar-se das bordas da forma. Tira-se do lume, deixa-se arrefecer e desenforma-se. Fica um espetáculo e, depois da primeira garfada vão querer sempre mais! Divirtam-se com esta receita e BON APPETIT!!!!

Burger King.png

Ontem foi o dia da loucura gastronómica. Já tinhamos o jantar feito e eis que, de repente e do nada, aparece na televisão o anúncio do Burger King a informar que tinham um novo hamburger... O Rustic Smoked Cheese, e o aspecto era simplesmente divinal!!! E nós pensámos, e porque não. Ficou o jantar para trás e fomos directos ao Burger King mais próximo. 

Lá pedimos o menu com tudo a que tinhamos direito e, só para terem uma ideia, o hamburger era tão grande que quase não me cabia na boca, tipo aquele programa no Travel Chanel em que mostram as comidas mais espantosas dos Estados Unidos, e que vem tudo em formato XXXXL!!! Mas digo-vos uma coisa, valeu a pena a experiência, o hamburger é bom e tal mas não chega aos calcanhares do famoso Whopper. E mais, não há nada como a nossa comidinha caseira, queijo fumado ou não. Hoje vou fazer um hamburger que vai deixar o Burger King a milhas! E tenho dito!

IMG-1109.jpg

Já tinha esta consulta marcada há algum tempo mas, conforme os dias foram passando, a minha coluna vertebral ia-se tornando cada vez mais gelatinosa. Mas o que é isto do medo dos dentistas?? Eu sei o que é… é estar ali indefesa de boca aberta com uns aparelhómetros esquisitos e barulhentos enfiados na boca, é o som agudo daquela broca que se entranha nos ouvidos e faz tremer o cérebro… enfim… é isto tudo que me faz tremer quando oiço ‘A sua consulta está confirmada’ do outro lado da linha. E desta vez não foi diferente. Mas enchi-me de coragem e lá segui, peito feito, para a clínica dentária para fazer a limpeza anual. Diga-se, faz-me mais impressão esta limpeza dentária do que arranjar um dente por uma simples razão… a anestesia é inexistente, portanto sente-se tudo. Ainda ponderei em dizer que não podia ir por esta razão ou por aquela mas não. Desta vez é que era. Tinha de ir.

E lá estive, de boca aberta, com a médica a escarafunchar-me a boca e a dizer que já devia ter vindo há mais tempo senão não era assim tão difícil… Obrigadinho sim… mas agora já está e a próxima é só para o ano. A não ser que um dos sacaninhas se lembre de me começar a doer e então aí começa a saga novamente. Mas se tudo correr bem nada disso vai acontecer e até lá vou começar a terapia de choque contra dentistas: comprar uma daquelas escovas elétricas que dizem que trata a boca como um dentista. Sei que deve ser uma grande tanga para vender estes aparelhos mas pronto, vou tentar. Tudo para me pôr a milhas dos dentistas.

Dentista… até para o ano!!

IMG_0497.JPG

Eu, como grande parte das mulheres portuguesas, tenho uns quilitos a mais. Não muitos, mas o suficiente para me sentir gorda como uma baleia. Vou às compras e em vez do tamanho S ou M tem de ser o L!! Claro que já tentei de tudo para regressar ao meu peso da juventude, mas o melhor que consegui foi emagrecer 5 quilos e, num abrir e fechar de olhos, engordei mais 3!! E a questão é... será que isto é assim tão importante? Será que ter um corpo de modelo faz com que sejamos mais felizes ou que a pessoa que temos ao nosso lado nos deseje mais?

IMG_0569.JPG

Pois eu cheguei à conclusão que os homens se estão perfeitamente nas tintas se as mulheres são mais rechonchudinhas ou não. Isso não interessa para eles. O que verdadeiramente interessa é a felicidade que emanamos, a confiança com que enfrentamos as diversidades do dia a dia. E isso é que importa. Não só para eles como principalmente para nós! Não interessa os quilos a mais, a barriguita que insiste em aparecer, nem o pneu que fica acima dos cós das calças. O que interessa é sermos felizes na nossa pele, gordas ou magras por isso, sejam felizes e vivam o dia em pleno sabendo que são lindas e sexys independentemente do peso que tenham.

Carpe Diem amigas!

36880788_10211759335730018_2611383688411217920_n.j

Não... não parti o telemóvel mas parti os tímpanos e os globos oculares a ver o vídeo da canção que nos vai representar no festival da canção deste ano... Não... a sério... o que é aquilo?? O que reparei no início foi aquele fato de galinha em modo fango que parecia feito de penas e abanava com cada movimento que ele fazia. Depois, claro, os movimentos fantásticos de dança que parecia estar a pisar em achas em brasa. De certeza que vai ser furor em todas as salas de dança no país. E aquilo que ele tem na cara??? Colheres?? A certa altura achei que estava numa realidade virtual, uma mistura entre o Dune e o Blade Runner, mas pronto, foi a escolha dos portugueses e temos de respeitar, mas não de gostar!!

Mas também, verdade seja dita, se no ano passado venceu a música dos pinipons, em que aqueles movimentos me faziam lembrar os cães que se põem na parte de trás dos carros a abanarem a cabeça, porque não há-de ganhar a nossa este ano? Também não podemos ficar pior que o ano passado!!

A ver vamos o que nos reserva este ano... 

36938974_10211759335410010_8750876130501722112_n.j

Tudo bem... é mais barato e tal, mas sinceramente, esta última viagem foi uma completa dor de cabeça. Para além do facto de serem uns chupistas ainda se atrasam constantemente. Antes, como as condições de reservas e bagagens eram normais valia a pena o sacrifício de estar duas horas enfiada numa lata de sardinhas, onde nem sequer consigo ter espaço para as pernas, porque os preços valiam a pena, mas agora?? Quer dizer, os preços aumentaram ligeiramente e se quiseres levar bagagem de cabine tens de pagar 9 euros para cada lado!!! Já para não falar no facto que, se fizeres uma reserva ao mesmo tempo para duas pessoas eles separam os dois para obrigar as pessoas a comprar lugares. Não sei se estas coisas são legais mas que são éticamente incorrectas, são de certeza!! E nesta última viagem fiz uma reserva para dois, separaram-nos e para cúmulo, o lugar ao meu lado estava vazio!!! Se há necessidade destas coisas!!

Sinceramente Ryanair... já tiveste melhores dias!! E mais não digo!!!